sábado, 23 de outubro de 2010

Guerra .

Não acredito que a guerra seja apenas obra de capitalistas e políticos. Ah, não, o homem comum é igualmente culpado. Há uma necessidade destrutiva nas pessoas, a necessidade de demonstrar fúria de assassinar e matar, eu me perguntei repetinamente se não teria sido melhor não termos nos escondido, se tivéssemos mortos e não tivéssemos que passar por todo esse infortúnio mas nos encolhemos só de pensar! Ainda amamos a vida, ainda não esquecemos a voz da natureza e continuamos com esperança de tudo, para mim é totalmente impossível construir a vida sobre um alicerce de caos, sofrimento e morte e mesmo assim quando olho para o céu sinto de algum modo que tudo mudará para melhor que a crueldade também terminará, a paz e a tranquilidade voltarão!

(Diário de Anne Frank)
 
Não acredito que a guerra seja apenas obra de capitalistas e políticos. Ah, não, o homem comum é igualmente culpado. Há uma necessidade destrutiva nas pessoas, a necessidade de demonstrar fúria de assassinar e matar, eu me perguntei repetinamente se não teria sido melhor não termos nos escondido, se tivéssemos mortos e não tivéssemos que passar por todo esse infortúnio mas nos encolhemos só de pensar! Ainda amamos a vida, ainda não esquecemos a voz da natureza e continuamos com esperança de tudo, para mim é totalmente impossível construir a vida sobre um alicerce de caos, sofrimento e morte e mesmo assim quando olho para o céu sinto de algum modo que tudo mudará para melhor que a crueldade também terminará, a paz e a tranquilidade voltarão!

(Diário de Anne Frank)

Nenhum comentário:

Postar um comentário